A IMPORTÂNCIA DA TRANSFORMAÇÃO DIGITAL EM TEMPOS DE CORONAVÍRUS

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp

Há mais de um ano, o mundo mudou e se adaptou em diversas formas devido à pandemia da COVID-19. Nos negócios não poderia ser diferente, por isso a saída de muitas empresas foi optar pela transformação digital e migrar para o online. Se antes da Covid-19 as empresas que estavam mais preparadas para crescer e propiciar um bom atendimento aos clientes já eram aquelas que investiram na digitalização, no cenário pós-pandemia ela será uma questão de sobrevivência.

            Para facilitar a compreensão, a transformação digital consiste no processo de unir tecnologia digital a todos os aspectos de um negócio. Nesse caso, são necessárias alterações fundamentais na cultura e nas operações de uma empresa. Podemos afirmar que a digitalização não fica limitada apenas a estratégias nas redes sociais e a ter um site. Tais recursos são importantes, mas a transformação digital vai além deles.

            A 6ª edição da pesquisa Barômetro, realizada pelo Instituto Ipsos em parceria com a Câmara de Comércio França-Brasil (CCIFB), pesquisa realizada entre 20 de outubro e 4 de dezembro de 2020, contou com a participação de 117 respondentes que ocupam cargos estratégicos em empresas francesas e brasileiras associadas à CCIFB. Destes, 64% atuam na área de serviços. De acordo com a pesquisa Barômetro, empresas do setor de vendas foram as mais prejudicadas pela pandemia. A afirmação é de 30% dos respondentes, que alegaram que o setor foi mais impactado negativamente. Empresas da área de Recursos Humanos (15%), operações (12%) e finanças (9%) também foram citadas como setores afetados pelo novo vírus. Quanto aos setores que mais demandaram investimentos, 34% dos associados respondentes mencionaram a área de Tecnologia da Informação (TI). Em seguida aparecem no levantamento o setor de operações (12%), vendas (10%) e pesquisa e desenvolvimento (7%). A pesquisa concluiu ainda que a maior quantidade de investimentos em tecnologia forçou empresas a anteciparem seus processos de transformação digital para expandirem suas estratégias de vendas durante e pós-pandemia como forma de se adaptarem ao novo “normal”.

Como iniciar a transformação digital:

De nada adianta digitalizar todos os processos da empresa de uma hora para outra. Começar pequeno, com investimentos que cabem no orçamento é essencial para proporcionar um crescimento saudável do negócio em meio à crise. Levando em conta o cenário atual, alguns setores precisam ser prioridade:         

  • Comunicação interna: o home office é uma prática adotada por grande parte dos negócios nesse período, sendo assim, as relações entre os colaboradores de uma empresa mudaram. Ter maneiras online de centralizar a informação, fazer reuniões, permitir a comunicação de todos dentro do negócio é essencial para continuar as operações da empresa. Existem diversos softwares no mercado que ajudam a cumprir essa função.
  • Área comercial: a maior parte dos comércios está fechada, portanto a internet se tornou, ainda mais, uma grande vitrine. As pessoas passaram a comprar alimentos, remédios, utensílios domésticos, tudo de forma online. Portanto, para continuar a operação de um negócio é essencial que a empresa aprenda rápido como vender nesse ambiente e desenvolva estratégias digitais que possam ajudar a amadurecer a venda online mesmo depois da crise.
  • Inteligência: essa não é a hora de ser intuitivo. Para otimizar os investimentos, diminuir os gastos e passar pela crise com o mínimo de impacto possível, as empresas precisam ser inteligentes e tomar decisões baseadas em dados e no comportamento do consumidor. Diversas ferramentas podem ajudar os negócios a fazer isso e construir uma estratégia digital relevante para além crise.

A transformação digital nas empresas será a solução mais viável no pós-pandemia, por meio dela é possível contornar as adversidades ocasionadas pela pandemia, assegurando uma gestão mais eficiente de todos os processos que envolvem o negócio. Já podemos afirmar que a automação não é uma mera alternativa, mas sim uma necessidade que muitos negócios passarão a priorizar.

Veja também últimos posts.

Um dos fatores importantes da automatização de processos é a substituição de atividades manuais por um software específico. Com isso a empresa consegue otimizar os resultados contribuindo para alcançar seus maiores objetivos. Com a automatização as informações usadas pelo sistema ficam disponíveis para toda empresa, facilitando seu acesso e aplicação. Esse processamento de dados interfere diretamente na comunicação, facilitando o compartilhamento entre setores e evitando falhas que poderia..